quarta-feira, 23 de maio de 2007

Covilhetes de Vila Real

Ingredientes:

Para a massa
500 g de farinha
250 g de manteiga
150 g de rilada (gordura do rim de vitela ou de vaca)
4 colheres de sopa de azeite
sal

Para o recheio
500 g de carne de vaca
1 cebola média
125 g de presunto
1 ramo de salsa
2 colheres de sopa de azeite
1 colher de sopa de vinho branco
sal

Confecção: Começa-se por derreter a gordura do rim de vitela (ou de vaca).Esta operação deve ser feita em lume muito brando.Não querendo estar com este trabalho, substitui-se a rilada por igual quantidade de banha ou de margarina.Entretanto, prepara-se o recheio, que deve estar frio na altura de ser aplicado.Passam-se pela máquina a carne de vaca (crua), o presunto e a cebola.Deita-se este picado num tacho, junta-se-lhe a salas, o azeite e sal e cobre-se tudo com água.Leva-se ao lume e, assim que levantar fervura, junta-se-lhe o vinho branco.Deixa-se cozer tudo até a água evaporar e o picado apurar, tendo contudo o cuidado de não o deixar seco.Rectifica-se o tempero e deixa-se apurar.Continuando a preparação da massa, peneira-se a farinha para um alguidar e amassa-se com água morna, a que se juntou sal.A água deve ser a necessária para se obter uma massa macia e elástica.A massa considera-se em condições quando fizer bolhas.Unta-se a pedra da mesa e o rolo com um pouco de azeite e estende-se a massa muito fina quase a romper.Espalham-se por cima a pouco e pouco as gorduras previamente misturadas e derretidas juntamente.Desta massa faz-se um rolo ou, então, vão-se deitando as gorduras sobre a massa à medida que se vai formando o rolo.Tem-se uma faca muito bem afiada com a qual se corta a massa em rodelas.A faca deve ser passada por azeite de cada vez que se corta uma rodela de massa.Escolhem-se rodelas as rodelas menos perfeitas e com elas forram-se formas do feitio das dos queques, mas maiores (cerca de 10 cm de diâmetro), ou então utilizam-se as antigas formas de barro preto de Bisalhães (hoje raras).Enchem-se as forminhas com um pouco de picado e cobrem-se com as rodelas de massa mais bonitas.Levam-se a cozer em forno bem quente e servem-se os covilhetes muito quentes.

2 comentários:

Rui disse...

Mil obrigados pela receita e pelo blog. Sendo eu transmontano (de Bragança) senti-me em casa e gostei de tudo o que vi.
Hei-de voltar e voltar.
Um abraço.
Rui

Anónimo disse...

Interesssante! O Covilhete parece
ser o nosso 'empadão', porém, com massa contendo gordura animal. O nome-covilhete-é mais convidativo
que o nosso 'empadão' ou 'pastelão'
no Brasil...